Bicicletários: como criar ou organizar o local no condomínio – Fernando & Fernandes

Filiais

Copacabana
Flamengo
Tijuca
Méier
Recreio
Jacarepaguá

Funcionamento

Segunda à Sexta
9:00h às 17:00h

Matriz

Vila Isabel / RJ
Rua Torres Homem, 217
(21) 2575-0880

Lista de comparação

Bicicletários: como criar ou organizar o local no condomínio

Bicicletários: como criar ou organizar o local no condomínio

O uso das bicicletas está cada vez mais em alta nas grandes cidades. É uma tendência mundial.

Seja para passear no final de semana, fazer exercício ou se locomover até o trabalho, muitos condomínios têm se preocupado em oferecer um espaço adequado para a guarda desse meio de locomoção.
E não é à toa. Como esse tipo de demanda vem crescendo a cada ano, não dá mais para o síndico ficar omisso. O ideal é que ele, a administração e os moradores encontrarem uma solução para o caso, como, por exemplo, a instalação de um bicicletário.
Condomínios novos
Em algumas cidades, como São Paulo, atualmente novos condomínios já são obrigados, por leis municipais, a contarem com espaços destinados a bicicletários.
Implantação do bicicletário
Já em condomínios já existentes, a maior dificuldade para a criação de um bicicletário é a falta de espaço.
Uma vez que boa parte dos condomínios veta o uso da garagem para guarda das bicicletas, pode ser difícil atender ao desejo dos moradores de não deixar a bicicleta dentro da unidade.
Aprovação do bicicletário
Para implantar um espaço do tipo é necessário convocar uma assembleia para discutir o assunto.
O quórum necessário para a benfeitoria, porém, varia entre maioria simples dos presentes – quando nenhuma área comum do condomínio será alterada – para dois terços dos condôminos, se houver a necessidade de mudar uma área comum.
Essa aprovação de 2/3 serve para realizar a adequação da convenção.
Uma dica é fazer constar em assembleia um período de teste para a implantação do abrigo.
Nesse caso, se o bicicletário for aprovado em assembleia, o ideal é que o morador insatisfeito tente trocar sua vaga com outra pessoa.
Segurança
Importante salientar que o condomínio não fica responsável por danos ou furtos das bicicletas apenas por ter um local para sua guarda. Essa responsabilidade só é passada ao empreendimento caso o bicicletário fique trancado – e que apenas o zelador possa abrir ou fechar o local.
Organização do bicicletário
Como em qualquer área comum do condomínio, o bicicletário deve ter suas regras.
A criação de um regulamento específico para o local, definindo regras e responsabilidades, e com aprovação em assembleia (maioria simples), pode evitar futuros transtornos, como a utilização incorreta de outros espaços para guardar as bicicletas.
O ideal é o uso de tags nas bikes, que mostrem quem a que unidade e bloco pertencem. Também é recomendável que todas as bicicletas sejam trancadas com cadeado.
Tipos de bicicletário em condomínios
Há basicamente dois tipos de bicicletário: os de chão e os de parede.
Os de chão podem ter diversas formas e são mais em conta. Seu ponto fraco é ocupar mais espaço do que os de parede, que são mais caros, mas economizam mais no quesito espaço. Fonte SindicoNet

img

felipebrito

Artigos relacionados

Calendário com as principais demandas do síndico, mês a mês

Saiba qual é o mês mais adequado para cada tipo de demanda do condomínio Um calendário pode...

Continue lendo
por felipebrito

Dicas de manutenção de jardins

Os jardins do condomínio são áreas importantes para o convívio dos condôminos e para a...

Continue lendo
por felipebrito

Lei de acessibilidade e as reformas em condomínios e prédios antigos

Se um morador do seu prédio sofrer um acidente hoje e precisar depender do uso de muletas e...

Continue lendo
por felipebrito

Junte-se à discussão